});

TCM rejeita contas da Prefeitura de Prado e multa Mayra Brito em R$ 48 mil reais

Tribunal de Contas dos Municípios rejeitou, na sessão desta quarta-feira (12/02), as contas de 2018 da prefeitura de Prado. Entre as irregularidades praticadas pela prefeita Mayra Brito está a extrapolação do limite máximo para despesa com pessoal.

De acordo com o TCM, os gastos com servidores da prefeitura representaram 56,57% da receita corrente líquida, superior, portanto, ao limite de 54%. O conselheiro Francisco Netto, relator do parecer, multou a prefeita  Mayra Brito em R$43.200,00, equivalente a 30% dos seus subsídios anuais, pela não redução dos gastos na forma e nos prazos estabelecidos pela LRF. A prefeita também sofreu multa de R$5 mil, pelas demais ressalvas contidas no relatório técnico.

As contas de 2018 das prefeituras de Encruzilhada e Itajuípe, de responsabilidade dos prefeitos Wekisley Teixeira Silva e Marcone Amaral Costa Júnior também tiveram as contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. A decisão cabe recurso.

INFORMAÇÕES – ItamarajuUrgente

Facebook Comments