});

Vereador Arnaldinho sai em defesa do povo cristão e entrega Moção de Repúdio a produtora carioca Portas dos Fundos

O vereador Arnaldo Ribeiro Santos Júnior, o “Arnaldinho” (PT) entregou na sessão ordinária desta quarta-feira (19/02) da Câmara Municipal de Teixeira de Freitas, a Moção de Repúdio nº 152/2019 em desfavor do filme “A primeira Tentação de Cristo” produzido pela produtora carioca Portas dos Fundos, que havia sido aprovada pela unanimidade do parlamento na sessão do último dia 12 de fevereiro. O parlamentar entregou cópia da Moção ao Pastor Cláudio Gomes, vice-presidente da Assembleia de Deus Campo Lord de Teixeira de Freitas e a Moção original foi mandada via Correios para a produtora no bairro de Botafogo, no Rio de Janeiro.

O vereador Arnaldinho apresentou a Moção de Repúdio a respeito do especial de Natal do Porta dos Fundos, intitulado “A Primeira Tentação de Cristo” lançado em dezembro de 2019 e o vídeo foi colocado disponível na Netflix nos primeiros dias de fevereiro de 2020, foi considerado ofensivo pela comunidade cristã e gerou protestos. Para o vereador Arnaldinho “Liberdade de expressão não pode ser usada como escusa para práticas desta natureza e o filme afronta a fé cristã”.

Segundo o vereador Arnaldinho, a liberdade de pensamento e de expressão não podem ser usadas para o vilipêndio de um dos valores mais caros para a sociedade como é a religião e, ao apresentar a vida de Jesus Cristo da maneira que está encartada no filme ofende diretamente o sentimento de, aproximadamente, 124 milhões de brasileiros, bem como um número indefinido de devotos de outras religiões que foram ofendidos em trabalhos anteriores do grupo.

“Entendemos, também, que nenhum direito fundamental é absoluto e que a mesma liberdade de expressão não pode ser usada como escusa para práticas desta natureza, pois ao abonar condutas assim amesquinha-se o valor das crenças humanas ao mesmo tempo que abona o que é um claro vilipêndio e escárnio religioso”, pontuou o vereador Arnaldinho. 

CMTF (Por Athylla Borborema).

Facebook Comments