Teixeira de Freitas: DEPOIS DO DECRETO, O ARRAIÁ DO ARRASTA PÉ E OS PROFESSORES FICAM NA MÃO

A prefeitura de Teixeira de Freitas após quatro meses de ter decretado redução nas despesas públicas, e não reajustar salário dos professores irá promover o tradicional “Arraia Municipal”.

O fato é interessante pois além do “decreto” publicado no mês de Fevereiro, que inclusive destaca que também estariam suspensos os eventos festivos que gerem despesa ao erário público, o atual gestor atualmente teve que lidar com a indignação dos professores da rede municipal, que aderiram a uma greve que em seu âmbito prejudicou pais e alunos da rede pública, pois estavam manifestando em prol do reajuste anual, reajuste que foi acordado no ano passado, porém sem veracidade pois não foi cumprido pela prefeitura.


Há que ache uma esplêndida idéia, a quem veja como uma falta de respeito, pois um município que atravessa tantos problemas financeiros, que chega a decretar corte de gastos, investir em Festividades é no mínimo incompreensível.

Oque fica é a indignação e uma certa tristeza por parte de toda população, que encara a realidade calamitosa da cidade e se sente ofendido com a remediação de um evento que na realidade só serve pra escoar gastos públicos!

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.