TJBA considera ilegal greve dos professores em Teixeira de Freitas

Em decisão de liminar o Tribunal da Justiça da Bahia (TJBA), considerou ilegal a greve dos professores de Teixeira de Freitas, que foi deflagrada na última segunda-feira, 03 de junho, após reunião realizada na Câmara Municipal de Vereadores de Teixeira de Freitas, onde os professores já estavam acampados desde o dia 28 de maio, quando liderados pela APLB Sindicato começaram uma paralisação de advertência de 5 dias.

Atendendo um pedido do município de Teixeira de Freitas através da Procuradoria Geral do Município, a desembargadora Rosita Falcão de Almeida Maia concedeu liminar determinando o retorno imediato dos professores a sala de aula, sob pena de multa diária a APLB Sindicato no valor de R$ 10.000,00 (dez mil reais).

CONFIRA ABAIXO A DECISÃO:

8010636-10.2019.8.05.0000(2) DECISÃO LIMINAR DEFERIDA.pdf

INFORMAÇÕES: Bahia Extremo Sul

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.