Tenente, ex-concunhado de sec. de Saúde de Medeiros Neto é morto a tiros

O último dia 25 de agosto era para ser um dia festivo em comemoração ao Dia do Soldado. No entanto, em Porto Nacional a festa de confraternização no clube de Cabos e Sargentos acabou em tragédia, após uma discussão entre o Sargento Josino Santana e Silva e o Tenente Marcos Rogerio Aires Manduca.

Segundo testemunhas Santana sacou a arma e disparou vários tiros contra o seu superior, que chegou a ser socorrido e levado para o hospital, mas não resistiu às perfurações e foi à  óbito. Testemunhas também afirmaram à  reportagem do site MedeirosDiaADia que ambos haviam ingerido bebida alcoólica, e a discussão ainda envolvia outros “praças” da Polícia Militar.

Santana foi encaminhado para a delegacia de polícia, onde prestou depoimento e, em seguida, foi levado para o 6º Batalhão de Polícia Militar de Palmas, onde permanece preso. Em nota, a PM disse que lamenta o caso e está acompanhando o ocorrido, referindo-se ao assassinato como fato isolado.

A Polícia Civil já instaurou inquérito para apurar o caso e recolheu as armas de Santana e Manduca para perícia.

Enterro

Marcos Manduca ingressou na Polícia Militar em 1998. Ele era ex-concunhado do secretário de Saúde de Medeiros Neto, Dr Alex Serapíão, e deixa esposa e cinco filhos. O enterro está previsto para 17h desta segunda-feira (26), no cemitério da cidade de Porto Nacional.

INFORMAÇÕES – MEDEIROS DIA A DIA

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.