Espécie rara de Cachalote Pigmeu é encontrado na Praia de Corumbau no Prado

Espécie rara marítima foi encontra na praia de Corumbau no Prado na manhã desta quarta-feira, dia 10. No local foi constatado que se tratava de um odontoceto da espécie Kogia breviceps (cachalote pigmeu) de aproximadamente 2 metros.

Uma equipe do Instituto Baleia Jubarte se deslocou até o local fazendo a retirada do animal para estudos.

Esse grupo de animais pertence à ordem dos cetáceos (baleias, botos e golfinhos) e possuem características como presença dentes e apenas um orifício respiratório. Habitam águas costeiras e oceânicas ao redor do globo e seu tamanho pode varia de 1,5 m para a Franciscana a 18 m para o macho adulto do cachalote. As orcas e o golfinho-nariz-de-garrafa são as espécies mais conhecidas entre os odontocetos.

Cachalote pigmeu

A espécie ocorre preferencialmente ao largo da plataforma continental em águas tropicais e temperadas, podendo ser avistada solitária ou em pequenos grupos de até 6 indivíduos. Possuem dieta a base de invertebrados, peixes e cefalópodes e pode chegar a 3,5 m e 410 kg. Existem muito poucas informações sobre a espécie, fazendo com que ela seja classificada como contendo dados insuficientes (DD) para categorização de seu status de conservação. Assim, os relatos de encalhes são muito importantes, pois ajudarão os pesquisadores a conhecer melhor as características da espécie e a avaliar seu estado de conservação.

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.