Mais de uma tonelada de lixo recolhida nas praias de Caravelas

Homens, mulheres, crianças e idosos, num total de 240 voluntários, se uniram neste sábado, dia 21, para dar o exemplo sobre a necessidade dos cuidados com o lixo jogado na natureza

O material recolhido nas praias de Iemanjá, Grauçá e Aracaré, no litoral de Caravelas, foi separado, ensacado e pesado, totalizando 1.186,3 quilos de resíduos sólidos, que levariam centenas de anos para se decompor na natureza. Essa ação realizada num único dia e num único ponto do planeta não vai cuidar do lixo em todo o mundo, mas planta a ideia da mudança de hábitos, da preocupação com o ambiente onde vivemos.

A iniciativa é do Projeto Baleia Jubarte, em parceria com a Patrulha Ecológica, formada por diversos agentes, além de empresas, organizações não-governamentais, ambientalistas e entidades públicas, dentre as quais, a Prefeitura de Caravelas, Parque Nacional Marinho dos Abrolhos/ICMBio, Sotecplast, Arekypa Beer, sobretudo, a população que abraça esta ação há 22 anos.Segundo kid Aguiar, geógrafo e educador ambiental do Instituto Baleia Jubarte, “a idéia é aumentar a consciência cidadã e ambiental, capaz de reduzir o volume de lixo jogado de maneira inadequada no ambiente”, explicou.

Kid Aguiar (geógrafo e educador ambiental do Instituto Baleia Jubarte)
DSC_1022
DSC_0957
DSC_0945
DSC_0932

INFORMAÇÕES – JornalAlerta

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.