Eleição do conselho tutelar corre o risco de ser cancelada em Itamaraju

O município de Itamaraju vive um dilema em relação às eleições para escolha dos novos conselheiros tutelares que irão atuar a partir de 2020. Segundo informações, há possibilidade de problemas e até cancelamento do pleito eleitoral por conta de possíveis irregularidades na condução da votação.

De acordo com informações recebidas com exclusividade por nossa equipe de reportagem, um dos candidatos entrou com mandado de segurança na Vara Cível de Itamaraju buscando obter uma liminar na justiça.

Segundo o candidato, o prefeito Marcelo Angênica teria decidido não disponibilizar urnas para votação em todos os distritos e povoados, conforme assegurado na lei municipal 983/2019, aprovada pela câmara municipal e sancionada em maio pelo prefeito. A atitude pode ter sido uma clara tentativa de prejudicar candidatos e eleitores residentes no interior que ficariam impedidos de votar em seus distritos e povoados.

Segundo informações, o mandado de segurança N° 8001626-67.2019.8.05.0120 está concluso para decisão da juíza Lívia Figueiredo desde o dia 02, e poderá ser decidido a qualquer momento. Se a magistrada entender que o candidato impetrante tem razão em suas alegações, e a decisão sair após o resultado, as eleições poderão inclusive ser canceladas.

INFORMAÇÕES: SIGA A NOTICIA

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.