Sindicato denuncia ”práticas abusivas” no Bradesco de Teixeira de Freitas

O Sindicato dos Bancários do Extremo Sul da Bahia (Sindibancários) promoveu nesta quarta-feira (13) um protesto em frente à agência central do Bradesco, retardando o atendimento interno por aproximadamente uma hora. O ato serviu para denunciar, segundo o sindicato, as demissões e metas abusivas praticadas pelo banco.

Os sindicalistas colaram cartazes na agência, localizada na Avenida Marechal Castelo Branco, e em falatório, denunciaram o que chamam de “truculência” imposta aos funcionários, más condições de trabalho e precariedade no atendimento ao público.

“A postura truculenta do gerente geral foi o principal motivo de nossas intervenções”, alegou Carlos Eduardo Coimbra, dirigente do Sindibancários.

Direcionando-se aos clientes e à imprensa, os sindicalistas pediram apoio na luta contra as “metas abusivas”.

Informou o sindicato que o banco solicitou uma reunião na sede da entidade, em Itamaraju, para discutir a pauta de reivindicações.

Lorena Oliveira

Lorena Oliveira | Comunicadora Editora Foco de Notícias