});
Home / Noticias / Destaque / Flamengo atropela Grêmio e vai à final da Libertadores

Flamengo atropela Grêmio e vai à final da Libertadores

Trinta e oito anos depois, o Flamengo está de volta à final da Conmebol Libertadores. E com grande estilo. Na noite desta quarta-feira, no Maracanã, para quase 70 mil torcedores, o Rubro-Negro detonou o Grêmio, goleando por 5 a 0. No agregado, a vitória do time de Jorge Jesus foi por 6 a 1. Gabigol decidiu com dois gols a classificação. Bruno Henrique, Pablo Marí e Rodrigo Caio completaram a vitória histórica. E foi com uma atuação de gala, o fino da bola.

Com o resultado, o Flamengo vai enfrentar o River Plate, da Argentina, na final única da Conmebol Libertadores. O duelo está marcado para o dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile. Antes, pelo Campeonato Brasileiro, ambas as equipes entram em campo no domingo – enquanto o Flamengo recebe o CSA, no Maracanã, o Grêmio recebe o Botafogo, em Porto Alegre.

FESTA E EQUILÍBRIO

Os quase 70 mil torcedores que foram ao Maracanã fizeram uma festa digna da importância deste jogo para a história do Flamengo. Em campo, o primeiro tempo foi marcado por um maior equilíbrio, com o Grêmio dando certo trabalho aos rubro-negros. Everton Cebolinha, aos 18 minutos, participou de dois lances com perigo. Bruno Henrique, aos 26, cabeceou com muito perigo. Arrascaeta, aos 34, quase marcou um golaço, exigindo grande defesa de Paulo Victor. Até que aos 41, o Flamengo fez o 1 a 0 com Bruno Henrique, puxando contra-ataque, tocando para Gabigol, que finalizou e, no rebote, o próprio Bruno Henrique estufou as redes para o delírio das arquibancadas.

“HOJE TEM GOLS DO GABIGOL”!
Na volta para o segundo tempo, o Flamengo dominou completamente, mostrando uma superioridade pouco vista no futebol do Brasil. Com poucos segundos, Everton Ribeiro foi bloqueado na finalização e a bola foi para o escanteio. Arrascaeta cobrou, a bola desviou e Gabigol, como sempre, mostrando sem discussão ser o melhor jogador atuando no país neste ano, aproveitou a sobra e mandou de primeira, um golaço, 2 a 0. A pressão do Rubro-Negro seguiu e aos sete, Bruno Henrique foi derrubado por Geromel e o árbitro Patricio Loustau, corretamente, assinalou pênalti. Tranquilo, Gabigol, artilheiro da Libertadores com sete gols e do ano com 35, cobrou aos dez e ampliou, 3 a 0.

PODE VIR, RIVER PLATE!
A vitória parcial por 3 a 0 do Flamengo não diminuiu o ritmo sobre o Grêmio. Muito pelo contrário. O Rubro-Negro seguiu concentrado e no ataque para fazer história. Aos 16, Bruno Henrique chegou a fazer mais um, mas anulado por impedimento de maneira correta. O 4 a 0 acabou saindo aos 21 minutos, com Pablo Marí, aproveitamento cruzamento na medida de Arrascaeta. O último gol da partida, o do 5 a 0, saiu aos 25 com Rodrigo Caio, desviando após passe de Everton Ribeiro. No fim, Diego retornou após três meses fora e obrigou Paulo Victor a operar milagre para evitar o sexto gol rubro-negro. Atmosfera histórica, vitória mais do que merecida, passagens para Santiago comprada, o Flamengo aguarda o River Plate! É o Brasil na final da Libertadores. Dia 23 de novembro está logo aí…

FICHA TÉCNICA
FLAMENGO 5 X 0 GRÊMIO

Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 23/10/2019, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Patricio Loustau (ARG) – Nota LANCE!: 7,0 (perto dos lances, teve uma atuação exemplar)
Auxiliares: Diego Bonfa (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
Árbitro de vídeo: Raphael Claus (BRA)
Gramado: Bom
Público/renda: 63.409 pagantes/69.981 presentes/R$ 8.150.645,00
Cartões amarelos: Rodrigo Caio (FLA) e Kannemann, Everton (GRE)
Cartão vermelho: –

GOLS: Bruno Henrique 41’/1ºT (1-0), Gabigol 1’/2ºT (2-0), Gabigol 10’/2ºT (3-0), Pablo Marí 21’/2ºT (4-0) e Rodrigo Caio 25’/2ºT (5-0)

FLAMENGO: Diego Alves, Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson (Diego 41’/2ºT), Everton Ribeiro e Arrascaeta (Piris da Motta 22’/2ºT); Bruno Henrique (Vitinho 28’/2ºT) e Gabigol. Técnico: Jorge Jesus.

GRÊMIO: Paulo Victor, Paulo Miranda, Pedro Geromel, Kannemann e Bruno Cortez; Michel, Matheus Henrique, Maicon (Diego Tardelli 17’/2ºT), Alisson (Thaciano 30’/2ºT) e Everton; André (Pepê 13’/2ºT). Técnico: Renato Gaúcho.

INFORMAÇÕES – JornalAlerta

Facebook Comments