});
Home / Noticias / Cultura Regionais / Mancha de óleo chega em Alcobaça

Mancha de óleo chega em Alcobaça

Vestígios de petróleo cru chegaram a Alcobaça, município no Extremo Sul da Bahia, na tarde desta sexta-feira (1º), segundo a Defesa Civil do Estao da Bahia. Não há, ainda, estimativa de quantos quilos foram recolhidos da praia.

Até o momento, foram 28 municípios atingidos pelo vazamento de óleo. Desde as primeiras pelotas encontradas na Praia de Santo Antônio, já foram recolhidas 400 toneladas das praias baianas.

O município está em um dos polígonos de proteção do arco de recifes costeiros do Parque de Abrolhos. O parque  abriga a maior biodiversidade marinha de todo o Oceano Atlântico Sul e possui dois polígonos: um protege o arco de recifes costeiros localizado entre os municípios de Alcobaça e Prado; e outro que abrange o Arquipélago dos Abrolhos – composto pelas ilhas Redonda, Siriba, Sueste, Guarita e Santa Bárbara.

Na manhã desta sexta, o óleo também voltou a aparecer em Salvador, na Praia de Stella Maris. Os 75 agentes da Empresa de Limpeza Urbana (Limpurb) que trabalharam na operação de limpeza recolheram 1,2 tonelada.

Ameaça a Abrolhos e chegada ao sul 
O Banco de Abrolhos não está mais livre das manchas de óleo agora que o petróleo cru chegou a Corumbau, povoado de Prado, no Extremo Sul do Estado.

A prefeitura local informou que pequenas manchas do resíduo chegaram à região, nesta quinta-feira (31). Entretanto, o Ibama aponta que o ponto oleado mais ao sul do estado, até agora, é Santa Cruz Cabrália, na região de Porto Seguro. O instituto informou que muitos pontos do sul do estado receberam resquícios de óleo nesta quinta.

Localizado no início do Banco de Abrolhos, Corumbau ainda não faz parte do Parque Nacional Marinho dos Abrolhos, nem do arquipélago de mesmo nome. Em linha reta, a localidade está a cerca de 124 Km do parque.

Dois dos principais destinos turísticos do Litoral Sul da Bahia, as localidades de Arraial D’Ajuda e Trancoso, em Porto Seguro, também foram atingido pelas manchas de óleo que se espalham pelo costa nordestina, nesta quinta-feira (31).

INFORMAÇÕES: CARAECOROA.COM.BR

Facebook Comments